Últimas

Timor-Leste/Eleições:Mau tempo provocou danos, mas processo eleitoral está a "correr bem" - Polícia

17 de Março de 2012, 08:48

Díli, 16 mar (Lusa) - O mau tempo que se fez sentir hoje de madrugada em Timor-Leste provocou vários danos materiais e feridos ligeiros, mas o dia eleitoral, em que mais de 600 mil timorenses são chamados a escolher o futuro Presidente do país, está a "correr bem".

Em declarações à agência Lusa, o comandante-geral da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL), Longuinhos Monteiro, disse que a tempestade que se fez sentir esta madrugada no país provocou 58 quedas de árvores e quatro deslizamentos de terra.

"Duas viaturas da PNTL ficaram danificadas, e sete polícias com feridos ligeiros, três em Baucau e quatro em Ermera, quando atravessam ribeiras para fazer chegar material eleitoral sensível às estações de voto", afirmou.

Apesar deste acidentes, segundo o comandante-geral, está a correr tudo bem e o material chegou a todas as estações de votação antes da 07:00 locais de sábado (22:00 de hoje em Lisboa), quando abriram as urnas.

Mais de 625 mil eleitores timorenses começaram a votar em todo o território nacional para a eleição do terceiro Presidente do país, desde a restauração da independência a 20 de maio de 2002.

Concorrem às presidenciais 12 candidatos, entre os quais o atual chefe de Estado, José Ramos-Horta.

MSE.

Lusa/Fim


Comentários