Últimas

Timor-Leste/Eleições:Fretilin diz que boletins esgotaram em algumas estações de votação mas situação foi resolvida

17 de Março de 2012, 16:24

Díli, 17 mar (Lusa) - O secretário-geral da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin), Mari Alkatiri, manifestou hoje preocupação pelo facto de alguns boletins de voto das presidenciais de hoje terem acabado em vários centros de votação de Díli e em Metinaro.

"Várias estações de voto em particular de Díli" ficaram sem boletins de voto, disse à agência Lusa o líder da Fretilin, que apoia o candidato Francisco Lu Olo Guterres.

Segundo o secretário-geral da Fretilin, o problema foi ultrapassado, mas só depois de "pressão" feita pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) e do partido.

"Depois de pressão nossa e da CNE, os problemas foram ultrapassados. Em Metinaro [a poucas dezenas de quilómetros da capital] também foi resolvido", acrescentou.

O Secretariado Técnico da Administração Eleitoral de Timor-Leste tinha marcada uma conferência para meia hora depois do encerramento das urnas, mas foi cancelada à semelhança do que aconteceu com as que estavam previstas para as 09:00 e 14:00 locais.

Mais de 625 mil eleitores votaram hoje para eleger, entre 12 candidatos, o terceiro Presidente de Timor-Leste, desde a restauração da independência a 20 de maio de 2002.

Caso nenhum candidato consiga mais de 50 por cento dos votos, será necessária uma segunda volta em abril.

MSE.

Lusa/Fim


Comentários