Últimas

Timor-Leste/Eleições:Rogério Lobato apoia Lu Olo na segunda volta

19 de Março de 2012, 19:31

Díli, 19 mar (Lusa) - Rogério Lobato, candidato que ficou em quinto lugar nas eleições presidenciais de sábado em Timor-Leste, disse hoje à agência Lusa que o escrutínio foi pacífico e que na segunda volta vai apoiar Francisco Guterres Lu Olo.

"Penso que foi um ato eleitoral pacífico, as pessoas exerceram o seu direito cívico", afirmou Rogério Lobato, ex-ministro do Interior do país e irmão de Nicolau Lobato, herói nacionalista timorense.

Em declarações à Lusa, Rogério Lobato disse também ter ficado "satisfeito" com os resultados obtidos.

O candidato ficou na quinta posição com 16.090 votos (3,56 por cento).

"Considero-me satisfeito. Tendo em conta que não tinha nenhuma estrutura partidária a apoiar-me, consegui mobilizar eleitorado. Se tivesse tido mais tempo, teria conseguido um número maior", afirmou.

Questionado sobre quem iria apoiar na segunda volta das presidenciais, ainda sem data marcada, Rogério Lobato disse que, como militante da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin) apoiará o candidato Francisco Guterres Lu Olo.

"É a minha decisão e quando chegar a altura anunciarei formalmente", disse.

Rogério Lobato, ex-vice-presidente da Fretilin e antigo ministro do Interior foi demitido em 2006 em resultado de uma crise política e de segurança no país.

Em 2007, o antigo ministro foi condenado a sete anos e meio de prisão por distribuição de armas a civis e ser autor indireto de quatro crimes de homicídio, acabando por receber um indulto presidencial em 2008.

Timor-Leste realizou eleições presidenciais no sábado mas nenhum dos 12 candidatos conseguiu obter a maioria necessária para ser eleito chefe de Estado.

Passaram à segunda volta das presidenciais o presidente da Fretilin, Francisco Guterres Lu Olo, e o ex-chefe das Forças Armadas general Taur Matan Ruak.

O atual Presidente do país, José Ramos-Horta, que se recandidatou, ficou em terceiro lugar.

MSE.

Lusa/Fim


Comentários