Últimas

Timor-Leste/Eleições:Presidente do PSD defende liberdade de voto dos seus militantes na segunda volta

20 de Março de 2012, 20:50

Díli, 20 mar (Lusa) - O presidente do Partido Social Democrata de Timor-Leste, Zacarias da Costa, disse hoje à agência Lusa que vai recomendar ao partido continuar com a "postura de neutralidade" em relação à segunda volta das eleições presidenciais.

"Para a segunda volta creio que o conselho nacional irá pronunciar-se, mas irei pessoalmente recomendar que continuemos com a mesma postura de neutralidade e deixar que os militantes votem segundo a sua consciência", afirmou o também chefe da diplomacia timorense.

O PSD não manifestou apoio a nenhum dos candidatos que participou na primeira volta das eleições presidenciais.

No escrutínio, que se realizou sábado, nenhum dos 12 candidatos conseguiu mais de metade dos votos.

Passaram à segunda volta, o presidente da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin), com 128.266 votos, e o ex-chefe das forças armadas, Taur Matan Ruak, com 113.553 votos.

"São dois bons candidatos, são dois candidatos fortes, são dois heróis nacionais e creio que quem quer que vença o país está bem entregue", afirmou Zacarias da Costa.

A segunda volta das eleições presidenciais ainda não foi marcada, mas deverá ocorrer na terceira semana de abril.

MSE.

Lusa/Fim


Comentários