Últimas

Timor-Leste/Eleições:Lu Olo e Matan Ruak garantem que vão aceitar resultados das presidenciais (C/FOTO)

14 de Abril de 2012, 02:08

Díli, 13 abr (Lusa) - Os dois candidatos à segunda volta das eleições presidenciais de Timor-Leste, que se realiza segunda-feira, garantiram hoje, último dia de campanha, durante um debate transmitido em direto na televisão nacional que vão aceitar os resultados eleitorais.

"O povo vai escolher e vou respeitar os resultados. Quero ser eleito com dignidade e se perder também quero perder com dignidade e respeito a vontade do povo", afirmou o candidato Francisco Guterres Lu Olo, apoiado pela Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin).

O candidato Taur Matan Ruak, apoiado pelo Conselho Nacional da Reconstrução de Timor-Leste (CNRT do primeiro-ministro, Xanana Gusmão), pediu aos eleitores para participarem na segunda ronda.

"O que vocês escolherem vai ser o nosso pai e o nosso Presidente durante os próximos cinco anos. Continuem a participar para mostrar a dignidade deste país. Qualquer resultado é uma dignidade para Timor e uma vitória para todos", disse.

No debate, que durou cerca de duas horas, os dois candidatos apresentaram o que defendem para a Presidência da República de Timor-Leste, garantindo que ambos vão trabalhar com todos os órgãos de soberania e partidos políticos para o desenvolvimento e prosperidade do país.

Francisco Guterres Lu Olo e Taur Matan Ruak manifestaram preocupação com a pobreza, o futuro dos jovens timorenses e defenderam a necessidade de se desenvolver a economia do país.

Os candidatos defenderam também um trabalho conjunto entre todos os atores timorenses para que o país continue em paz e com estabilidade, condições essenciais para o desenvolvimento.

Na segunda-feira, mais de 600 mil eleitores vão escolher o terceiro Presidente do país desde a restauração da independência a 20 de maio de 2002.

MSE.

Lusa/Fim


Comentários